h1

Prateleira D

O Caçador de Pipas

Este romance conta a história da amizade de Amir e Hassan, dois meninos quase da mesma idade, que vivem vidas muito diferentes no Afeganistão. Amir frequenta a escola, é rico, pertence à etnia dominante do país e seu pai é um grande homem de negócios. Amir é um pouco covarde, e sempre em busca do carinho de seu próprio pai. Hassan é o oposto, faz parte da etnia menos favorecida, geralmente discriminada e odiada no Afeganistão, não sabe ler nem escrever,assim como o seu pai, é serviçal na casa de Amir. Hassan é conhecido por sua coragem e bondade. Entre os meninos existem um laço, mamaram do mesmo leite, e apesar disso, Amir nunca o aceitou integralmente, e o rejeitou a vida toda. Hassan é eternamente fiel ao seu amigo, era muitas vezes o mais sábio, com uma percepção dos acontecimentos e dos sentimentos das pessoas. E foi ele quem decidiu que Amir seria, durante a batalha da pipa azul, uma pipa que mudaria o destino de todos. Em 1975, Hassan deu a Amir a chance de alterar sua trajetória e se livrar daquele enjoo que sempre o acompanhava, a náusea que denunciava sua covardia. Mas, Amir não enxergou sua redenção. Desperdiçou sua única chance. O fantasma daquele dia ainda o atormenta. Amir se torna escritor, vive um feliz casamento, mas não consegue esquecer sua falha com Hassan. Um dia, ele recebe um telefonema de um amigo que morava no Paquistão e finalmente tem a chance de reparar o erro do passado. Amir volta a sua terra natal e enfrenta uma realidade cruel.

Biografia do Autor

Khaled Hosseini (Cabul, 4 de Março de 1965) é um romancista e médico afegão, com naturalização estadunidense. É o autor do romance best-seller, “O Caçador de Pipas” Hosseini nasceu na capital do Afeganistão, Cabul. A sua mãe era professora de uma escola de segundo grau. Seu pai envolveu-se com o Ministério do Exterior afegão. Em 1970, o Ministério do Exterior enviou a sua família para o Irã, onde o seu pai trabalhou para a Embaixada Afegã. Hosseini e sua família retornam a Cabul, na mesma noite em que nasce o irmão mais novo de Hosseini, o reino do Afeganistão muda de mãos através de um golpe.Hosseini formou-se na escola secundária e inscreveu-se na Universidade de Santa Clara, onde ganhou título de Bacharel em Biologia.

Após alguns anos, ele ingressou na Universidade da Califórnia, San Diego, escola de Medicina, onde recebeu o título de Doutor em Medicina em 1993. Ele completou o período de residência em Medicina Interna na Cedars-Sinai Medical Center, em Los Angeles, no ano de 1996. Khaled Hosseini continua praticando medicina é casado com Roya Hosseini, e tem dois filhos, Haris e Farah.

Curiosidades

Existem três versões do livro o caçador de pipas, cada uma com seu valor especifico: a edição simples (o qual o valor varia de R$7,92 até R$ 33,15), a ilustrada (cujo valor varia de 41,50 a 62,41), e a em áudio (que o valor varia de 19,42 a 24,90).

Segue abaixo os links que mostram todos os lugares e preços, de onde pode se comprar o livro, é só escolher:

*Simples: http://compare.buscape.com.br/o-cacador-de-pipas-khaled-hosseini-8520917674.html?pos=1

*Áudio: http://compare.buscape.com.br/o-cacador-de-pipas-audio-book-khaled-hosseini-sandro-barros-8560544038.html?pos=3

*Ilustrado: http://compare.buscape.com.br/o-cacador-de-pipas-edicao-especial-ilustrada-khaled-hosseini-8520919421.html?pos=2

O livro teve tanto sucesso que foi parar nas telas de cinema abaixo estamos colocando o trailer do filme, é breve e rápido de carregar, portanto, vale a pena ver:

Comentários feitos sobre o livro, afirmam que este é destinado especialmente aos adultos, por conter cenas fortes. Uma curiosidade nada agradável é que os atores que protagonizaram “Amir” e “Hassan” tiveram que sair da cidade onde moravam por serem ameaçados de morte pelos moradores que ficaram sabendo das cenas de abuso sexual, que aparecem no filme.

E pra quem ficou interessado e quiser ter acesso à ficha técnica do filme: http://www.adorocinema.com/filmes/cacador-de-pipas/#ficha-tecnica

Leitores: Ketlyn Cristina Da Silva Alves , Gabriel Heringer, Michel Voss, Jean Borges, Danyella Santos

_______________________________________________________________________________________

O Morro dos Ventos Uivantes

Wuthering Heights que pode ser traduzido como O Morro dos Ventos Uivantes, foi lançado em 1847, pela escritora britânica Emily Brontë, sobre o pseudônimo de Ellis Bell, foi também o único romance dela. Hoje é considerado um clássico da literatura inglesa. A história tem como personagem principal Heathcliff, que é apaixonado pela mimada jovem Catherine Earnshaw. A complexidade das personagens e a singularidade da historia são pontos fortes, pelos quais este se torna um livro muito interessante e bem recomendado.

Toda a história, com poucas exceções, é contada pela governanta Ellen Dean, ao locatário da propriedade Thrushcross Grange, em Gimmerton, Yorkshire, Inglaterra, enquanto este se encontrava adoentado.

No início da trama, o patriarca da família Earnshaw resolve fazer uma viagem e traz consigo um pequeno órfão, que todos acham ser um cigano, ao qual chamavam Heathcliff. Toda a afeição que o pai logo demonstra pelo menino enciuma seu filho legítimo, Hindley, que acha que está perdendo a afeição do pai para o menino. Já sua irmã, Catherine, se afeiçoa por Heathcliff.

Quando o Sr. e a Sra. Earnshaw morrem, Hindley sujeita Heathcliff a várias humilhações. Este passa a ficar bruto e melancólico. Apesar do amor entre ele e Catherine, ela decide casar com Edgar Linton, por esse ter melhores condições de sustentá-la que Heathcliff. Este sai do Morro dos Ventos Uivantes e, quando volta, está rico. Catherine tem uma filha de Edgar e morre logo em seguida.

Então Heathcliff resolve se vingar de Edgar e de Hindley, fazendo muitos sofrerem com isso.

Curiosidades

A mais antiga adaptação de Wuthering Heights foi filmada na Inglaterra, em 1920, e dirigida por A. V. Bramble.

A mais famosa filmagem é a de 1939, sob a direção de William Wyler. Essa adaptação elimina a segunda geração da história (jovem Cathy, Linton e Hareton). Em 1939, venceu o New York Film Critics Circle Award como melhor filme, e foi indicado ao Oscar de filme.

O filme de 1970, com Timothy Dalton como Heathcliff foi a primeira versão colorida do romance, e é interessante pois supõe que Heathcliff pode ser meio-irmão ilegítimo de Cathy.

Em 1978 foi lançada pela BBC uma minissérie, estrelada por Ken Hutchison (como Heathcliff) e Kay Adshead (como Catherine).

Outras adaptações interessantes da história incluem a do espanhol Luis Buñuel em 1954, com Heathcliff e Cathy renomeados como Alejandro e Catalina.

Em 2003, a MTV produziu uma versão na moderna Califórnia, com personagens como colegiais.

O romance tem sido popular em ópera, cinema e um musical de Bernard J. Taylor, com uma canção de Kate Bush.

Em agosto de 2009, ITV levou ao ar uma série em duas partes.

No Brasil, foram feitas duas telenovelas.

Emily Brontë

Várias capas com as quais a história já foi publicada

Abaixo o clipe da trilha sonora da versão produzida pela MTV, em 2003:

Leitoras: Karina, Lorenna e Dani Santos

_______________________________________________________________________________________

O Símbolo Perdido

A História o símbolo perdido, conta mais uma das incríveis aventuras de Langdon em busca de algum mistério, ou algum segredo, para salvar vidas, e até mesmo a sua própria vida, correndo risco de vida e preocupado com as outras pessoas envolvidas junto com ele. O símbolo perdido é mais uma das histórias em que Dan Brown produz envolvendo códigos, e pistas, imagens ditadas durante a leitura que deixam o leitor com o gostinho de quero mais. Além de deixar o leitor curioso durante a leitura, pois a cada parte que você vai lendo, o leitor fica pensando qual vai ser a estratégia de Langdon, o que será que Mal´akh vai aprontar dessa vez. Tudo leva o leitor a não querer parar de ler e ir até o fim com Langdon a caminho dessa aventura cheio de mistério, e suspense, envolvendo muitas pistas, e tendo que raciocinar junto com Langdon para conseguir encontrar a resposta certa para cada pergunta que aparece durante a história, não esquecendo que Langdon tem que preservar sua vida e a vida de seu melhor amigo.

Resumo do livro

Depois de ter sobrevivido a uma explosão no Vaticano e a uma caçada humana em Paris, Robert Langdon está de volta com seus conhecimentos de simbologia e sua habilidade para solucionar problemas. Em ‘O Símbolo Perdido’, o professor de Harvard é convidado às pressas por seu amigo e mentor Peter Solomon – eminente maçom e filantropo – a dar uma palestra no Capitólio dos Estados Unidos. Ao chegar lá, descobre que caiu numa armadilha. Não há palestra nenhuma, Solomon está desaparecido e, ao que tudo indica, correndo grande perigo. Mal’akh, o seqüestrador, acredita que os fundadores de Washington, a maioria deles mestres maçons, esconderam na cidade um tesouro capaz de dar poderes sobre-humanos a quem o encontrasse. E está convencido de que Langdon é a única pessoa que pode localizá-lo. Vendo que essa é sua única chance de salvar Solomon, o simbologista se lança numa corrida alucinada pelos principais pontos da capital americana. Neste labirinto de verdades ocultas, códigos maçônicos e símbolos escondidos, Langdon conta com a ajuda de Katherine, irmã de Peter.  E muitas outras pessoas parecem envolvidas nesta trama que ameaça a segurança nacional, entre elas Inoue Sato, autoridade máxima do Escritório de Segurança da CIA. Como Langdon já aprendeu em suas outras aventuras, quando se trata de segredos e poder, nunca se pode dizer ao certo de que lado cada um está.

Valor do Livro

De 39,90 por 31,72(na CIA.dos livros)

De 29,90 por 23,62(livraria da travessa)

De 39,90 por 28,90(americanas)

De 26,31 (livraria Galileu)

Curiosidades

O longa será lançado pela Columbia. O diretor de “O Símbolo Perdido” ainda não foi confirmado. A Columbia vai transformar o livro O Símbolo Perdido em filme. O roteirista Steven Knight já está até contratado para adaptar a história criada por Dan Brown e que é a terceira aventura de Robert Langdon, o mesmo de O Código Da Vinci (2003) e Anjos e Demônios (de 2009).O filme O Símbolo Perdido não tem previsão para lançamento.

O Símbolo Perdido foi lançado no Brasil no final de 2009 e já vendeu mais de 300 mil cópias.

Capa do Livro

 

O autor Dan Brown

O escritor norte americano Dan Brown nascido em 22 de junho de 1964, na cidade de Exeter, nos Estados Unidos, é filho de Richard Brown e Constance Connie. Dan Brown é o mais velho de três filhos que Constance e Richard tiveram, ele e seus irmãos foram literalmente criados na escola. Atualmente ele está casado com a pintora e historiadora de arte Blythe, e reside na Nova Inglaterra, nos Estados Unidos. Dan Brown é autor de livros de suspense mais popular da atualidade. Seu mega-seller “o código da Vinci” já vendeu mais de 80 milhões de exemplares em todo o mundo.

Dan Brown

 

_______________________________________________________________________________________

Querido John

Querido John conta a história de John Tyree e de Savannah Curtis. Ele, surfista e soldado em licença de duas semanas; ela, estudante conservadora, incapaz de maltratar alguém, brigar ou xingar. Em uma quinzena de muita praia e romance, eles juram amor eterno. Ele voltará para a Alemanha, onde está a sua tropa, e ela para a faculdade. Trocam cartas apaixonadas. Ele é mandado em missões para lugares que não pode revelar para a amada, embora fique claro que são países pobres, pois não tem água encanada, nem correio, muito menos acesso à internet. Durante sete tumultuosos anos, o casal é separado pelas missões cada vez mais perigosas de John. Apesar de se encontrarem apenas esporadicamente, o casal mantém o contato por meio de uma enxurrada de cartas de amor. Essa correspondência acaba por provocar uma situação com conseqüências nefastas.

Curiosidades

-O livro teve adaptação para o cinema, e estreou dia 07 de maio nas telinhas brasileiras, e já está disponível em DVD. Incorporar:

-Permaneceu na lista do mais vendidos nos EUA por mais de 5 messes.

-Com grande repercussão no mercado, o livro teve mais de 5 milhões de cópias vendidas nos EUA e mais de 50 milhões no mundo inteiro.

Capa do Livro

Leitores: ???

2 comentários

  1. Vale a pena ler o livro O Caçador de Pipas, pois ele conta a história de dois amigos. Mesmo com a morte de um deles esse sentimento acaba sendo grande o bastante para fazer um homem colocar sua vida em risco e ir atrás do filho do seu melhor amigo, ato heróico e de amor deve ser muito respeitado nos dias atuais, sendo levado como exemplo de uma grande amizade verdadeira.


  2. Concordo inteiramente com a Amanda. “O Caçador de Pipas”, assim como “A Cidade do Sol”, do mesmo autor, são romances épicos de leitura simples e envolvente. Os admiráveis enredos sustentam duas histórias emocionantes, entremeadas por conflitos históricos dignamente mencionados, os quais sendo representados juntamente com árduas verdades e minuciosos detalhes criam cenários característicos para cada personagem que ama, sofre e se arrepende, desta maneira, interagindo com a imaginação e a sensibilidade do leitor.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: